TRANSTORNOS ALIMENTARES E A AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA PARA CIRURGIA BARIÁTRICA / LAUDO PSICOLÓGICO PARA O PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

TRANSTORNOS ALIMENTARES E A AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA PARA CIRURGIA BARIÁTRICA / LAUDO PSICOLÓGICO PARA O PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

Os hábitos alimentares e sua reeducação podem ser conquistados atraves da psicoterapia, principalmente pelas psicoterapias de orientação psicodinâmica e TCC. Também tem sido muito ùtil nesses casos, a terapia EMDR.

Mas a busca pelo peso ideal não é só uma questão relacionada aos maus hábitos. Há que se considerar elementos da relacionados à disposição genética.
Quando a decisão de se fazer uma redução de estômago, o paciente e especialistas que o assistem, na maioria das vezes já tentaram de tudo para se perder peso, sem sucesso. A opção pelo medico pela cirurgia bariátrica advém tambem por conta das doenças pré existentes ou genéticas como diabetes, hipertensão, problemas de circulação entre outros.

Em quaisquer dos motivos quando se opta pela cirurgia, com certeza estão presentes fatores emocionais/ psicodinamicos e cognitivos ligados a causa da obesidade como : ansiedade,compulsão,baixa autoestima.

O MOMENTO DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..

Na equipe multidisciplinar que assiste ao paciente no processo pré-operatório, é papel do psicólogo perito, avaliar e validar a favorabilidade das condições psicoafetivas e cognitivas do paciente. Num primeiro momento, a avaliação psicológica pode parecer onerosa e desnecessária. Muitos pacientes procuram barateâ-la
além de resistências em fazê-la, por fantasias incoerentes de que o psicólogo irá persuadi-lo a mudar de ideia; por preguiça em submeter-se aos encontros até que o laudo psicológico fique pronto.

Tudo isso é superado quando o paciente compreende a importância dessa avaliação.

Importante saber que muitas vezes acontecem imprevistos ou algo sai do controle, quando o paciente não está emocionalmente nem psiquicamente preparado. O psicólogo trabalharä todos esses aspectos para que o proposito de recuperar o peso sejam alcançados, sem que substituições da compulsão alimentar ocorram, bem como depressões, comportamentos agressivos, isolamento familiar e social, medos e fantasias catastróficas referente ao procedimento cirúrgico.

A avaliação psicológica para cirurgia bariátrica irá averiguar todos os aspectos que poderão interferir no emagrecimento ou na ocorrência das transformações necessárias após a cirurgia, bem como nas comorbidades do paciente.

O QUE É AVALIADO. Nas sessões investigamos questões como: histórico familiar, quando iniciou a obesidade, hábitos alimentares, vida afetiva e social, pensamentos e sentimentos em relação ao ato de comer. É utilizado de técnicas que recursem o paciente a enfrentar de forma mais adaptativa essa intervenção invasiva bem como o processo pós cirúrgico. Desmistificar crenças da aquisição de um corpo magro no dia seguinte da cirurgia, que será necessária a inclusão de hábitos na rotina do paciente e que estas serão possíveis serem realizadas.

Estes e outros aspectos são os que estão em torno de uma boa avaliação.

Finaliza-se o trabalho com a emissão de um laudo atestando se o indivíduo está em condições funcionais e adaptativas psiquicamente, para enfrentar as mudanças que serão requeridas do paciente a vivenciar a partir de sua decisão e escolha.
Tão importante quanto a avaliação psicológica para a cirurgia bariátrica é o acompanhamento psicológico pós cirurgia, para ajudar o paciente nos desafios dessa nova fase de vida.

Duração do trabalho: 4 encontros que poderão ser agendados de acordo com a urgência do paciente.

Fale com o especialista
Daniel Fortes
CRP 55205

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *